Festa do Barco do Dragão – Dragon Boat Festival | BRIC Language

O post de hoje é da nossa convidada Chris Marote, brasileira que mora na China há vários anos. A Chris tem um blog super bacana o “China na minha vida” e nesse texto ela compartilha com a gente as tradições e simbolismos de um importante festival chinês que será comemorado dia 22 de junho. A Festa do Barco do Dragão ou Dragon Boat Festival como é internacionalmente conhecido. 

Em junho comemora-se um grande feriado nacional na China e em boa parte da Asia. É o dia do Duanwu Festival, também conhecido como Festa do Barco do Dragão ou Dragon Boat Festival (esse é o nome mais popular, pelo menos entre os estrangeiros).

O festival acontece no 5° dia do 5° mês do calendário lunar  (data móvel – em 2015 é dia 22 de junho). As principais atividades desse festival são preparar e comer um bolinho de arroz que é embrulhado em folha de bambu, chamado de Zòngzi, (um tipo de pamonha) beber um vinho chamado Xiónghuángjiǔ, além das tradicionais competições de remo nos barcos do dragão – Dragon Boats.

Esse festival surgiu na China antiga. Existem muitas teorias, tradições folclóricas e mitos que tentam explicar sua origem e estão de alguma forma conectados com a história. Acredita-se que o suicídio do famoso poeta e estadista chinês Qu Yuan do Reino Chu em 278 AC tenha contribuído para o surgimento do festival. Em 277 AC desolado com a ocupação do seu país pelas tropas do  Reino Qin, o poeta comete suicídio jogando-se no rio Mi Luo. A partir de então passou-se a celebrar a data em homenagem a Qu Yan.

A promoção dessa e outras histórias foram encorajadas pelos seguidores de Confúcio para legitimar sua influencia na época, quando o Budismo, uma crença estrangeira, estava ganhando influência na China.

Outra teoria é que o Festival Duanwu teve suas origens no culto ao dragão, baseado nas duas tradições e simbolismos principais do festival: o zongzi, os bolinhos de arroz que são jogados no rio como uma oferta ao Rei Dragão, e as corridas em imensos barcos em formato de um dragão que reflete a reverência ao animal e à energia yang associada a ele. Em alguns locais da China também faz parte da tradição visitar os amigos e a família em barcos.

Comer Zongzi é uma das partes mais importantes do Dragon Boat Festival. Os sabores do recheio são variados. Tem Zongzi de porco, ovos, cogumelos, presunto ou um mix de ingredientes. Hoje em dia, é comum as pessoas comprarem os industrializados. Qualquer supermercado vende diversas versões da iguaria. Das mais simples às mais sofisticadas com a E, do mesmo modo que o Moon Cake, até as redes internacionais como a Starbucks, aderiram ao costume e vendem os bolinhos em lindas embalagens para presente.

Zái Jián! 🙂

 

Dragon Boat Festival

 

Dragon Boat Festival

ABOUT THE AUTHOR:

After Christine Marote spent 4 years traveling between Brazil and China (Chang Chun, Jilin Province), she decided to move to Shanghai in January of 2009. In 2010 Chris decided to create a blog and share her experiences as a Brazilian expat living in China, and soon her blog became a source of information for foreigners and expats like her that have decided to live in China.
Her blog “China na minha vida” describes Christine’s experiences, language challenges, cultural differences and curiosities, and the rich and diverse culture of China in an interesting way.
Christine is Brazilian, holds a degree in Education, and a Masters in Chinese Business and Culture from Jiaotong University.